Essa semana completou 20 anos da morte de um dos maiores nomes da música brasileira, Cazuza, autor de hits que ainda embalam amores e sonhos até de quem nem era nascido quando ele se foi!

Poeta do Rock como definiu seu ex-companheiro de Barão Vermelho e amigo da Vida Louca, Roberto Frejat, Cazuza deixou sua marca no cenário da música brasileira.

O filho da dona Lucinha Araújo, era um homem rebelde.  Dois de seus amores foram: Ney Matogrosso e Lauro Corona. Assim que ele contraiu AIDS, foi um dos poucos artistas que teve a coragem de assumir diante do público a doença que vitimou também outros artistas como ele: Freddie Mercury, Sandra Brea, Armando Bógus, Carlos Augusto Strazzer, Thales Pan Chacon, Cláudia Magno, Lauro Corona e tb outro ídolo da música Renato Russo.

Pra amenizar a dor de perder o filho e, mais do que isso, manter vivos os ideais dele, Lucinha Araújo criou a Sociedade Viva Cazuza (que comemora 20 anos em outubro). A instituição funciona como casa de apoio no tratamento de crianças e adolescentes com o vírus do HIV, aqui no Rio.

Anúncios